Senacem
A Escola que Persiste:
Desafios Pela Inclusão, Diversidade e Qualidade do Ensino na Escola Pública em Tempo de Crise

Minicursos

Ementa: Diante das necessidades de ensinar e aprender em um contexto social onde as tecnologias e mídias integram o cotidiano dos alunos, o professor terá na formação pedagógica em tecnologias educacionais uma oportunidade de dinamizar e qualificar sua prática. Além disso, a oficina propõe dialogar sobre as diferentes linguagens que aproximam o professor dos alunos e promovem a aprendizagem colaborativa.

Ministrantes: Profa. Ma.Jemima Silvestre da Silva (UERN)
Profa. Ma. Marília Costa de Souza (SEDUC)
Profa. Ma. Francisca Francione Vieira de Brito (UERN)

Horário: 13h30 - 17h30
Data: 11 e 12 de Abril de 2018
Local: Sala 02 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 8 horas
 

Ementa: O minicurso pretende descomplicar e desmitificar a prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) a partir da discussão e apresentação de estratégias para escrita e correção de redações de candidatos ao exame, tendo em vista, principalmente, as diretrizes e os procedimentos utilizados por avaliadores. Destina-se, pois, a alunos concluintes do Ensino Médio inscritos no exame, a professores de língua portuguesa de Educação Básica e alunos de cursos de graduação de licenciaturas em Letras e Pedagogia.

Ministrante: Prof. Dr. Ananias Agostinho da Silva (UFERSA)

Horário: 14h00 - 17h00
Data: 11 de Abril de 2018
Local: Sala 03 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 4 horas

Ementa: Esta oficina objetiva ampliar o leque de atividades musicais trabalhadas pelo professor desde a educação infantil até os últimos anos do fundamental.

Ministrante: Prof. Me. Alexandre Milne-Jones Náder (UERN)
Profa. Ma. Flávia Maiara Lima Fagundes (UERN)

Horário: 13h30 - 16h00
Data: 11 de Abril de 2018
Local: Sala 04 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 5 horas

Ementa: Ensinar é um processo por meio do qual o professor possibilita a mediação entre o cérebro do seu aluno e os conteúdos. É um processo baseado na capacidade plástica do cérebro humano. Os métodos ativos surgem como uma proposta de atitudes e procedimentos cujo intuito é fornecer a alunos e professores o máximo controle sobre seus processos de ensino-aprendizagem. A prática baseada em métodos ativos tem em seus objetivos conduzir o aluno no caminho de construção do seu próprio conhecimento, tornando-o, por consequência, sujeito autônomo, crítico e reflexivo. Aprender é um ato voluntário do aprendiz. Pressupõe, portanto, atenção e motivação do aprendiz. Sem esses elementos, qualquer método, sobretudo os métodos ativos, se tornam vazios. Este minicurso trata de uma introdução à algumas propostas de metodologias ativas de ensino-aprendizagem bem como de uma breve exposição aos procedimentos e ferramentas para a sua execução em sala de aula.

Ministrante: Prof. Dr. Marcelo Nunes Coelho (IFRN)

Horário: 14h00 - 17h00
Data: 11 de Abril de 2018
Local: Sala de projeção IV (IFRN)
Carga horária: 4 horas

Ementa: Abordar conceitos e características acerca da utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação em um contexto educacional, citando ferramentas, programas e ações que objetivam disseminar estes recursos para fins educacionais de forma clara e objetiva, além de focar nos desafios e papel dos professores frente a estes novos desafios em tempos de crise.

Ministrante: Prof. Me. Ulisses de Melo Furtado (UFERSA)

Horário: 14h00 - 17h00
Data: 12 de Abril de 2018
Local: Sala 05 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 4 horas

Ementa: O grande volume de pesquisas acadêmicas exige que o pesquisador estabeleça recortes, selecione temas para a investigação, elabore uma boa justificativa, revise a metodologia e produza um trabalho final que não seja “apenas mais um” dentre tantos outros que tratam de um determinado assunto. Nesse minicurso, apresentamos o Estado da arte (ou do conhecimento) e a sua construção, como uma etapa necessária e relevante para o desenvolvimento de uma pesquisa acadêmica.

Ministrante: Prof. Dr. Francisco das Chagas Silva Souza (IFRN)
Prof. Ms. José Gerardo Bastos da Costa Júnior (IFRN)
Mestranda Francisca Leidiana de Souza (IFRN)

Horário: 13h30 - 17h30
Local: Sala de Projeção III (IFRN)
Data: 11 de Abril de 2018
Carga horária: 4 horas

Ementa: I – Porque tratar desse assunto na escola?
II – Nem tudo é tão simples como parece
III – Pensando, Praticando e Construindo o gênero e a sexualidade na sala de aula

Ministrantes: Prof. Homero Henrique de Souza (SEDUC)
Profa. Iara Danielle Ferreira Bandeira (SEDUC)

Horário: 13h00 - 17h00
Data: 11 e 12 de Abril de 2018
Local: Sala 06 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 8 horas

Ementa: O minicurso  se propõe a contribuir para disseminar e socializar o processo de elaboração de Projetos de Pesquisa para iniciantes que aspiram dar continuidade a vida acadêmica, quer seja no mestrado ou doutorado.  Para tanto apresenta metodologia participativa na qual as duas professoras apresentam a partir de suas experiências como pesquisadoras os elementos constitutivos de um Projeto de pesquisa, abordando desde a escolha do tema a elaboração do projeto.

Ministrantes: Profa. Dra. Meyre-Ester Barbosa de Oliveira (UERN)
Profa. Dra. Marcia Betania de Oliveira (UERN) 

Horário: 13h30 - 17h00
Local: Sala 07 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Data: 11 e 12 de Abril de 2018
Carga horária: 8 horas

Ementa: O minicurso pretende tratar da diversidade cultural e das relações étnico-raciais na educação. Para tanto, recorrerá a imagens fotográficas e conteúdos em materiais audiovisuais que remetem à temática proposta. A reflexão sobre o uso de fotografias e recursos audiovisuais no ensino de conteúdos sobre a diversidade cultural e as relações étnico-raciais terá como suporte teórico autoras e autores das Ciências Humanas, como Angela Davis, Frantz Fanon, Beatriz Nascimento, Clóvis Moura, Lília Schwarcz, Kabengele Munanga, dentre outras/os.

Ministrantes: Prof. Dr. Guilherme Paiva de Carvalho (UERN)

Horário: 13h00 - 17h00
Data: 12 de Abril de 2018
Local: Sala 08 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 4 horas

Ementa: Estudos sobre a proposta metodológica dos Núcleos de Significações como procedimento para análises das informações produzidas no âmbito das pesquisas.   Será realizada discussão sobre  as ideias chave acerca da proposta dos Núcleos de Significações e apresentação de análises realizadas a partituras da referida proposta. 

Ministrantes: Profa. Dra. Antônia Batista Marques (UERN) 
Profa. Dra  Elza Helena da Silva Costa Barbosa (UERN)
Profa. Dra. Sílvia Maria Costa Barbosa (UERN)

Horário: 14h00 - 17h00
Data: 12 de Abril de 2018
Local: Sala 03 da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 4 horas

Ementa: A inclusão já e uma realidade na escola brasileira. Por isso, há necessidade de formar professores para a educação básica que saibam lidar com a inclusão em suas salas de aula. Com o professor de química não é diferente. Mas como eles estão lidando essa nova realidade? Como lidar com essa diversidade na sala de aula? Mais especificamente, como ensinar química a todos alunos, incluindo os com deficiência visual que não tem acesso a muitas informações utilizadas em sala de aula?

Ministrantes: Prof. Dr. Gerson Mól (UnB)

Horário: 09h00 - 11h00
Data: 12 de Abril de 2018
Local: Sala de Multimídia da Faculdade de Educação (FE/UERN)
Carga horária: 4 horas


Daniel Cara

É Doutorando em Educação (Universidade de São Paulo - USP), mestre em Ciência Política (USP) e bacharel em Ciências Sociais (USP). Atualmente é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação (desde 2006). É membro titular do Fórum Nacional de Educação (desde 2010) e do Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Foi membro da direção da Campanha Global pela Educação (2007-2011) e do Comitê Diretivo da Campanha Latino-americana pelo Direito à Educação (2009-2012). Tem experiência de pesquisa nas áreas de Educação, Ciência Política e Sociologia, atuando desde a graduação nos seguintes temas: políticas públicas de educação, participação na educação, financiamento da educação, avaliação da educação, federalismo, teoria geral do Estado, sociedade civil, movimentos sociais, associativismo, desigualdade socioeconômica, vulnerabilidade socioeconômica e civil, políticas públicas de juventude, violência urbana e cultura juvenil. É colunista do UOL Educação (Grupo Folha) e possuiu blog na Revista Educação (Editora Segmento). Foi laureado com o Prêmio Darcy Ribeiro 2015, entregue pela Câmara dos Deputados em nome do Congresso Nacional.

É Doutorando em Educação (Universidade de São Paulo - USP), mestre em Ciência Política (USP) e bacharel em Ciências Sociais (USP). Atualmente é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação (desde 2006). É membro titular do Fórum Nacional de Educação (desde 2010) e do Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Foi membro da direção da Campanha Global pela Educação (2007-2011) e do Comitê Diretivo da Campanha Latino-americana pelo Direito à Educação (2009-2012). Tem experiência de pesquisa nas áreas de Educação, Ciência Política e Sociologia, atuando desde a graduação nos seguintes temas: políticas públicas de educação, participação na educação, financiamento da educação, avaliação da educação, federalismo, teoria geral do Estado, sociedade civil, movimentos sociais, associativismo, desigualdade socioeconômica, vulnerabilidade socioeconômica e civil, políticas públicas de juventude, violência urbana e cultura juvenil. É colunista do UOL Educação (Grupo Folha) e possuiu blog na Revista Educação (Editora Segmento). Foi laureado com o Prêmio Darcy Ribeiro 2015, entregue pela Câmara dos Deputados em nome do Congresso Nacional.

É Doutorando em Educação (Universidade de São Paulo - USP), mestre em Ciência Política (USP) e bacharel em Ciências Sociais (USP). Atualmente é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação (desde 2006). É membro titular do Fórum Nacional de Educação (desde 2010) e do Conselho Universitário da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Foi membro da direção da Campanha Global pela Educação (2007-2011) e do Comitê Diretivo da Campanha Latino-americana pelo Direito à Educação (2009-2012). Tem experiência de pesquisa nas áreas de Educação, Ciência Política e Sociologia, atuando desde a graduação nos seguintes temas: políticas públicas de educação, participação na educação, financiamento da educação, avaliação da educação, federalismo, teoria geral do Estado, sociedade civil, movimentos sociais, associativismo, desigualdade socioeconômica, vulnerabilidade socioeconômica e civil, políticas públicas de juventude, violência urbana e cultura juvenil. É colunista do UOL Educação (Grupo Folha) e possuiu blog na Revista Educação (Editora Segmento). Foi laureado com o Prêmio Darcy Ribeiro 2015, entregue pela Câmara dos Deputados em nome do Congresso Nacional.

Image is not available
Image is not available

Palestra:
Movimentos em defesa da qualidade do ensino e da escola pública.

Palestra:
Movimentos em defesa da qualidade do ensino e da escola pública.

Palestra:
Movimentos em defesa da qualidade do ensino e da escola pública.

Possui mestrado em Educação pela USP, doutorado em Educação pela PUC-SP e livre-docência em Educação pela USP. Foi pesquisador sênior na Fundação Carlos Chagas e professor titular na PUC-SP. Atualmente é professor titular (Colaborador Sênior) da Faculdade de Educação da USP, onde exerce a pesquisa, a docência e a orientação de discípulos em nível de pós-graduação. É coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Administração Escolar (Gepae). Atua na área de Educação, com ênfase em Políticas Educacionais e Administração de Unidades Educativas. É autor, entre outros, dos seguintes livros: Administração escolar: introdução crítica, Gestão democrática da escola pública, Por dentro da escola pública, Reprovação escolar: renúncia à educação, Educação como exercício do poder, Crítica da estrutura da escola e Diretor escolar: educador ou gerente?

Possui mestrado em Educação pela USP, doutorado em Educação pela PUC-SP e livre-docência em Educação pela USP. Foi pesquisador sênior na Fundação Carlos Chagas e professor titular na PUC-SP. Atualmente é professor titular (Colaborador Sênior) da Faculdade de Educação da USP, onde exerce a pesquisa, a docência e a orientação de discípulos em nível de pós-graduação. É coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Administração Escolar (Gepae). Atua na área de Educação, com ênfase em Políticas Educacionais e Administração de Unidades Educativas. É autor, entre outros, dos seguintes livros: Administração escolar: introdução crítica, Gestão democrática da escola pública, Por dentro da escola pública, Reprovação escolar: renúncia à educação, Educação como exercício do poder, Crítica da estrutura da escola e Diretor escolar: educador ou gerente?

Possui mestrado em Educação pela USP, doutorado em Educação pela PUC-SP e livre-docência em Educação pela USP. Foi pesquisador sênior na Fundação Carlos Chagas e professor titular na PUC-SP. Atualmente é professor titular (Colaborador Sênior) da Faculdade de Educação da USP, onde exerce a pesquisa, a docência e a orientação de discípulos em nível de pós-graduação. É coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Administração Escolar (Gepae). Atua na área de Educação, com ênfase em Políticas Educacionais e Administração de Unidades Educativas. É autor, entre outros, dos seguintes livros: Administração escolar: introdução crítica, Gestão democrática da escola pública, Por dentro da escola pública, Reprovação escolar: renúncia à educação, Educação como exercício do poder, Crítica da estrutura da escola e Diretor escolar: educador ou gerente?

Image is not available
Vitor Paro

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Vitor Paro


Lúcia Sampaio

​ Graduada em Pedagogia (1992) pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), com Especialização (1999), Mestrado (2002) e Doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005). Pós-Doutoramento no Laboratoire dEtudes Romanes, na Équipe de Linguistique des Langues Romanes na Université Paris 8, France (2011). Professora adjunto IV do Departamento de Educação. Bolsista de Produtividade em Pesquisa/UERN (2007-2013). Líder-Fundadora (2005) do Grupo de Estudos e Pesquisas em Planejamento do Processo Ensino-aprendizagem (GEPPE), membro do GPET e líder-fundadora do Grupo Núcleo de Estudos em Educação (NEEd) de 2000/2004. Atua nas áreas de Ensino em interface com Educação e Letras. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGE), no Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS) e colaboradora do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) . Desenvolve pesquisas articuladas ao ensino e à extensão universitária, orientando trabalhos acerca do ensino-aprendizagem da leitura, planejamento e formação do leitor. Proponente/Idealizadora do Programa Biblioteca Ambulante e Literatura nas Escolas (BALE); Ex-Presidente-Fundadora da Associação Internacional de Pesquisa na Graduação em Pedagogia (AINPGP), entidade promotora dos Fóruns Internacionais de Pedagogia (FIPEDs), nas gestões consecutivas (2008/2010 a 2010/2012). Atual membro do CTC-EB, atua como Consultora na área de Ensino/CAPES.Atuou como Aux. de Pesquisa na BNCC/MEC. Coordena Subprojeto PIBID Pedagogia/CAPES. Atual Presidente da Sociedade Filarmônica Pauferrense (SFP).

​ Graduada em Pedagogia (1992) pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), com Especialização (1999), Mestrado (2002) e Doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005). Pós-Doutoramento no Laboratoire dEtudes Romanes, na Équipe de Linguistique des Langues Romanes na Université Paris 8, France (2011). Professora adjunto IV do Departamento de Educação. Bolsista de Produtividade em Pesquisa/UERN (2007-2013). Líder-Fundadora (2005) do Grupo de Estudos e Pesquisas em Planejamento do Processo Ensino-aprendizagem (GEPPE), membro do GPET e líder-fundadora do Grupo Núcleo de Estudos em Educação (NEEd) de 2000/2004. Atua nas áreas de Ensino em interface com Educação e Letras. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGE), no Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS) e colaboradora do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) . Desenvolve pesquisas articuladas ao ensino e à extensão universitária, orientando trabalhos acerca do ensino-aprendizagem da leitura, planejamento e formação do leitor. Proponente/Idealizadora do Programa Biblioteca Ambulante e Literatura nas Escolas (BALE); Ex-Presidente-Fundadora da Associação Internacional de Pesquisa na Graduação em Pedagogia (AINPGP), entidade promotora dos Fóruns Internacionais de Pedagogia (FIPEDs), nas gestões consecutivas (2008/2010 a 2010/2012). Atual membro do CTC-EB, atua como Consultora na área de Ensino/CAPES.Atuou como Aux. de Pesquisa na BNCC/MEC. Coordena Subprojeto PIBID Pedagogia/CAPES. Atual Presidente da Sociedade Filarmônica Pauferrense (SFP).

Graduada em Pedagogia (1992) pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), com Especialização (1999), Mestrado (2002) e Doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2005). Pós-Doutoramento no Laboratoire dEtudes Romanes, na Équipe de Linguistique des Langues Romanes na Université Paris 8, France (2011). Professora adjunto IV do Departamento de Educação. Bolsista de Produtividade em Pesquisa/UERN (2007-2013). Líder-Fundadora (2005) do Grupo de Estudos e Pesquisas em Planejamento do Processo Ensino-aprendizagem (GEPPE), membro do GPET e líder-fundadora do Grupo Núcleo de Estudos em Educação (NEEd) de 2000/2004. Atua nas áreas de Ensino em interface com Educação e Letras. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGE), no Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS) e colaboradora do Curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) . Desenvolve pesquisas articuladas ao ensino e à extensão universitária, orientando trabalhos acerca do ensino-aprendizagem da leitura, planejamento e formação do leitor. Proponente/Idealizadora do Programa Biblioteca Ambulante e Literatura nas Escolas (BALE); Ex-Presidente-Fundadora da Associação Internacional de Pesquisa na Graduação em Pedagogia (AINPGP), entidade promotora dos Fóruns Internacionais de Pedagogia (FIPEDs), nas gestões consecutivas (2008/2010 a 2010/2012). Atual membro do CTC-EB, atua como Consultora na área de Ensino/CAPES.Atuou como Aux. de Pesquisa na BNCC/MEC. Coordena Subprojeto PIBID Pedagogia/CAPES. Atual Presidente da Sociedade Filarmônica Pauferrense (SFP).

Image is not available
Image is not available

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Vitor Paro


Lia Fialho

Pós-doutora em Educação em 2014 pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), doutora em Educação Brasileira em 2012 pela Universidade Federal do Ceará UFC, Graduada em Pedagogia em 2001 pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestra em Saúde Coletiva em 2006 pela Universidade de Fortaleza (Unifor), especialista em Inclusão da Criança Especial no Sistema Regular de Ensino em 2004 pela UFC, em Psicologia da Educação em 2007 e em Psicopedagogia Institucional e Clínica em 2011, ambas as formações pela Faculdade Latino-Americana de Educação (Flated). Professora adjunta do Centro de Educação da UECE, professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UECE e do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas da mesma instituição. Editora-chefe da Coleção Práticas Educativas, vinculada à Editora da UECE (EdUECE). Editora-chefe da Revista Educação & Formação do PPGE/UECE. Líder do grupo de pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades (PEMO). Coordenadora do projeto de pesquisa Educadoras no Ceará do Século XX: Formação Docente, Práticas e Representações, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade Latino Americana de Educação (FLATED, 2011-2013). Assessora de direção do Centro de Educação na (UECE, 2014-2017). Coordenadora de área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid/Pedagogia/UECE). Membro da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE), da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC) e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED).

Pós-doutora em Educação em 2014 pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), doutora em Educação Brasileira em 2012 pela Universidade Federal do Ceará UFC, Graduada em Pedagogia em 2001 pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestra em Saúde Coletiva em 2006 pela Universidade de Fortaleza (Unifor), especialista em Inclusão da Criança Especial no Sistema Regular de Ensino em 2004 pela UFC, em Psicologia da Educação em 2007 e em Psicopedagogia Institucional e Clínica em 2011, ambas as formações pela Faculdade Latino-Americana de Educação (Flated). Professora adjunta do Centro de Educação da UECE, professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UECE e do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas da mesma instituição. Editora-chefe da Coleção Práticas Educativas, vinculada à Editora da UECE (EdUECE). Editora-chefe da Revista Educação & Formação do PPGE/UECE. Líder do grupo de pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades (PEMO). Coordenadora do projeto de pesquisa Educadoras no Ceará do Século XX: Formação Docente, Práticas e Representações, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade Latino Americana de Educação (FLATED, 2011-2013). Assessora de direção do Centro de Educação na (UECE, 2014-2017). Coordenadora de área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid/Pedagogia/UECE). Membro da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE), da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC) e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED).

Pós-doutora em Educação em 2014 pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), doutora em Educação Brasileira em 2012 pela Universidade Federal do Ceará UFC, Graduada em Pedagogia em 2001 pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), mestra em Saúde Coletiva em 2006 pela Universidade de Fortaleza (Unifor), especialista em Inclusão da Criança Especial no Sistema Regular de Ensino em 2004 pela UFC, em Psicologia da Educação em 2007 e em Psicopedagogia Institucional e Clínica em 2011, ambas as formações pela Faculdade Latino-Americana de Educação (Flated). Professora adjunta do Centro de Educação da UECE, professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UECE e do Mestrado Profissional em Planejamento e Políticas Públicas da mesma instituição. Editora-chefe da Coleção Práticas Educativas, vinculada à Editora da UECE (EdUECE). Editora-chefe da Revista Educação & Formação do PPGE/UECE. Líder do grupo de pesquisa Práticas Educativas Memórias e Oralidades (PEMO). Coordenadora do projeto de pesquisa Educadoras no Ceará do Século XX: Formação Docente, Práticas e Representações, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade Latino Americana de Educação (FLATED, 2011-2013). Assessora de direção do Centro de Educação na (UECE, 2014-2017). Coordenadora de área do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid/Pedagogia/UECE). Membro da Sociedade Brasileira de História da Educação (SBHE), da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC) e da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (ANPED).

Image is not available
Image is not available

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Vitor Paro


Francisco das Chagas

Possui graduação em História (UFPB), mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UERN) e doutorado em Educação (UFRN). É professor titular do IFRN, Campus de Mossoró, e líder do Grupo de Estudos em Ensino e Práticas Educativas (GENPE/IFRN) É professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino (IFRN/UERN/UFERSA) e do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (Mestrado Profissional em Rede Nacional), Polo IFRN/Mossoró. Foi professor do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional (IFRN/Natal) no período de 2013 a 2017. Desenvolve pesquisas nas áreas de História oral e memória, narrativas autobiográficas, história de vida e autoformação, Educação Profissional, saberes docentes, formação e desenvolvimento docente, saberes escolares, história da educação, ensino de História. 

Possui graduação em História (UFPB), mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UERN) e doutorado em Educação (UFRN). É professor titular do IFRN, Campus de Mossoró, e líder do Grupo de Estudos em Ensino e Práticas Educativas (GENPE/IFRN) É professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino (IFRN/UERN/UFERSA) e do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (Mestrado Profissional em Rede Nacional), Polo IFRN/Mossoró. Foi professor do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional (IFRN/Natal) no período de 2013 a 2017. Desenvolve pesquisas nas áreas de História oral e memória, narrativas autobiográficas, história de vida e autoformação, Educação Profissional, saberes docentes, formação e desenvolvimento docente, saberes escolares, história da educação, ensino de História. 

Possui graduação em História (UFPB), mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA/UERN) e doutorado em Educação (UFRN). É professor titular do IFRN, Campus de Mossoró, e líder do Grupo de Estudos em Ensino e Práticas Educativas (GENPE/IFRN) É professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino (IFRN/UERN/UFERSA) e do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (Mestrado Profissional em Rede Nacional), Polo IFRN/Mossoró. Foi professor do Programa de Pós-graduação em Educação Profissional (IFRN/Natal) no período de 2013 a 2017. Desenvolve pesquisas nas áreas de História oral e memória, narrativas autobiográficas, história de vida e autoformação, Educação Profissional, saberes docentes, formação e desenvolvimento docente, saberes escolares, história da educação, ensino de História. 

Image is not available
Image is not available

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Vitor Paro


Márcio Azevedo

Doutor (2010) e Mestre (2006) em Educação (Política e Gestão), pela UFRN. Especialista em Processos Educacionais (2003) e graduado em Pedagogia (2000), também pela UFRN. Cursou estágio Pós-Doutoral (2013-2014) em Sociologia da Educação, pela Universidade do Minho/Portugal. É professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN, trabalhando em cursos, projetos e no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional - PPGEP/IFRN. Temas de interesse: Avaliação de políticas públicas, Educação profissional, Formação e trabalho docente, Educação do Campo, Educação escolar Quilombola, Indígena, Educação de Jovens e Adultos, e pesquisa e inovação. Membro de Associações acadêmico-científicas brasileiras, como a ANPED, SBPC e a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação, e de associações internacionais, como a Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Atualmente exerce a função de Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN.

Doutor (2010) e Mestre (2006) em Educação (Política e Gestão), pela UFRN. Especialista em Processos Educacionais (2003) e graduado em Pedagogia (2000), também pela UFRN. Cursou estágio Pós-Doutoral (2013-2014) em Sociologia da Educação, pela Universidade do Minho/Portugal. É professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN, trabalhando em cursos, projetos e no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional - PPGEP/IFRN. Temas de interesse: Avaliação de políticas públicas, Educação profissional, Formação e trabalho docente, Educação do Campo, Educação escolar Quilombola, Indígena, Educação de Jovens e Adultos, e pesquisa e inovação. Membro de Associações acadêmico-científicas brasileiras, como a ANPED, SBPC e a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação, e de associações internacionais, como a Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Atualmente exerce a função de Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN.

Doutor (2010) e Mestre (2006) em Educação (Política e Gestão), pela UFRN. Especialista em Processos Educacionais (2003) e graduado em Pedagogia (2000), também pela UFRN. Cursou estágio Pós-Doutoral (2013-2014) em Sociologia da Educação, pela Universidade do Minho/Portugal. É professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN, trabalhando em cursos, projetos e no Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional - PPGEP/IFRN. Temas de interesse: Avaliação de políticas públicas, Educação profissional, Formação e trabalho docente, Educação do Campo, Educação escolar Quilombola, Indígena, Educação de Jovens e Adultos, e pesquisa e inovação. Membro de Associações acadêmico-científicas brasileiras, como a ANPED, SBPC e a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação, e de associações internacionais, como a Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação. Atualmente exerce a função de Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN.

Image is not available
Image is not available

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Vitor Paro


Gerson Mól

Bacharel e Licenciado em Química, com Doutorado e Pós-Doutorado em Ensino de Química. Professor da Universidade de Brasília. Orientador no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da UnB e no Doutorado da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC. Autor e coordenador do livro Química Cidadã, parecerista de revistas cientificas, assessor da Capes, do CNPq e agencias estaduais de financiamento. Pesquisa na área de inclusão, com foco no Ensino de Química a Alunos com Deficiência Visual, e no uso de novas tecnologias.

Bacharel e Licenciado em Química, com Doutorado e Pós-Doutorado em Ensino de Química. Professor da Universidade de Brasília. Orientador no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da UnB e no Doutorado da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC. Autor e coordenador do livro Química Cidadã, parecerista de revistas cientificas, assessor da Capes, do CNPq e agencias estaduais de financiamento. Pesquisa na área de inclusão, com foco no Ensino de Química a Alunos com Deficiência Visual, e no uso de novas tecnologias.

Bacharel e Licenciado em Química, com Doutorado e Pós-Doutorado em Ensino de Química. Professor da Universidade de Brasília. Orientador no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da UnB e no Doutorado da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática - REAMEC. Autor e coordenador do livro Química Cidadã, parecerista de revistas cientificas, assessor da Capes, do CNPq e agencias estaduais de financiamento. Pesquisa na área de inclusão, com foco no Ensino de Química a Alunos com Deficiência Visual, e no uso de novas tecnologias.

Image is not available
Image is not available

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Daniel Cara é coordenador geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação

Vitor Paro


Arrow
Arrow
Slider

Contatos:

Seminário Nacional do Ensino Médio - SENACEM
Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN
Instituto Federal do Rio Grande do Norte - IFRN
Faculdade de Educação - FE/UERN
Programa de Pós-Graduação em Ensino - POSENSINO

Campus Universitário Central
BR 110 - Km 46, Rua Prof. Antônio Campos, s/n - Costa e Silva
CEP: 59.633-010 - Mossoró/RN
(84) 3315-2203 (Faculdade de Educação)
senacem2017@gmail.com